segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Esperar * Osho


Nós nos esquecemos de como esperar; este é um espaço quase abandonado.
No entanto, ser capaz de esperar pelo momento certo é o nosso maior tesouro.
A existência inteira espera pelo momento certo.
Até as árvores sabem disso -- qual é o momento de florescer, e o de deixar que as folhas caiam, e de se erguerem nuas ao céu.
Também nessa nudez elas são belas, esperando pela nova folhagem com grande confiança de que as folhas velhas tenham caído, e de que as novas logo estarão chegando.
E as folhas novas começarão a crescer.
Nós nos esquecemos de como é esperar: queremos tudo com pressa.
Trata-se de uma grande perda para a humanidade...
Em silêncio e à espera, alguma coisa dentro de você vai crescendo -- o seu autêntico ser.
Um dia ele salta e se transforma numa labareda,e a sua personalidade inteira é estilhaçada:
você é um novo homem.
E esse novo homem sabe o que é uma cerimônia, esse novo homem conhece os sumos eternos da vida.

Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário