domingo, 4 de novembro de 2012

Lou witt



Ele se foi.
Ela deixou que fosse, 

não esboçou nem uma palavra,
não fez o menor gesto.
Ficou olhando ele se afastar com passos lentos e indecisos, 

sempre indecisos e inseguros.
Ela ficou.
Um vazio momentâneo, 

um desejo secreto e doído dizendo que assim queria que fosse.
Precisava de sua ausência tanto quanto 
precisou de seu todo em tempos passados, 
quando o amor governava seus sentidos
e a saudade queimava no corpo ,
quando ele não vinha.
De quantos dias foi feito aquele amor?
De quantas noites de compartilhar estrelas e sussurrar luares?
Ele se foi e ela nem se importou.
Não sentia mais dores, mas as marcas que ele deixara ,
estavam gravadas por debaixo do sorriso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário