sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Medo e Desejo





Um olhar assim distraído
 perfume espalhado no ar
corpo esguio provocante
deusa digna de se adorar.

Andar de caçadora felina 

como a procurar sua presa,
  uma aura tão sutil, feminina
porém,  a libido bem acesa.

Uma indefinição no ar

separa o homem do guri,
como essa bela conquistar
se no receio eu me perdi!

Temor de levar um não

e queimar o meu filme,
  enfrentar uma rejeição
duma mulher tão sublime!

Esta
"paúra" do fracasso
impede-me de prosperar,
não saborearei a conquista
com este medo de tentar.

Não quero ser temeroso

preciso de uma divina luz,
tornar-me menos receoso
de
lhe dizer que me seduz.

Quem sabe minha timidez

cause
nela boa impressão,
ou, eu supere de uma vez
este pavor da desilusão!


Valter Montani

(fonte:valterpoeta.blogspot.com)

Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário