domingo, 20 de outubro de 2013

A História do Horário De Verão




Em 1784,Benjamin Franklin escreveu um ensaio satírico no qual ele calculou que os parisienses, simplesmente por acordar de madrugada,poderiam salvar o equivalente moderno de US$ 200 milhões por meio de "economia usando luz do sol em vez de velas". 
Como resultado deste ensaio,Franklin é muitas vezes erroneamente citado como o primeiro a propor a criação do horário de verão;mas ele só propôs uma mudança no agendamento do sono e não no tempo em si.

O Horário de Verão moderno foi proposto pela primeira vez pelo entomologista neozelandês George Vernon Hudson . 
Em 1895,ele apresentou um documento para a Sociedade Filosófica Wellington propondo uma mudança no horário. 
Após isso publicou um artigo.

Com isso Hudson teria mais tempo para a sua coleta de insetos. 
Muitas publicações incorretamente creditam a criação do Horário de Verão a para o proeminente Inglês construtor e aventureiro William Willett ,que de maneira independente também concebeu a ideia de criar o horário de verão em 1905,durante uma viagem de pré-café da manhã,quando ele observou com desânimo quantos londrinos dormiam durante grande parte do dia de verão. 
Um ávido jogador de golfe ,ele também não gostava de cortar sua curta rodada ao anoitecer. 
A solução então,era avançar o relógio durante os meses de Verão,uma proposta,que ele publicou dois anos mais tarde em 1907.

Ele deu início a uma campanha propondo alterar os relógios no verão para reduzir o que classificava de "desperdício de luz diurna". 
Willett morreu em 1915,um ano antes de a Alemanha adotar sua tese e se tornar o primeiro país no mundo a implantar o horário de verão.

Finalmente,em em 30 de abril de 1916,a Alemanha se torna,em plena primeira guerra mundial,o primeiro país do mundo a adotar o Horário de Verão. 
Eles o implementaram como uma forma de conservar o carvão durante a guerra. 
Grã-Bretanha e a maioria de seus aliados,e muitos outros países neutros europeus logo seguiram o exemplo.

Rússia e alguns outros países esperaram até o próximo ano e os Estados Unidos adotaram em 1918. 
No pós-guerra,no entanto,os fazendeiros americanos conseguiram derrubar a medida,que também caiu em vários outros países. 
A guerra mundial voltou,em 1939,e novamente o horário de verão foi introduzido em países aliados e do eixo. 
Nos anos 1960,a lei americana determinava que cada estado escolheria se queria ou não participar da mudança,gerando uma grande confusão de horários.

Em uma linha de ônibus da Virgínia Ocidental,por exemplo,os passageiros tinham que mudar seus relógios sete vezes em 56,3 km. 
Desde a primeira guerra, o mundo tem visto muitas emendas,ajustes e revogações com relação ao horário de verão. 
No Brasil,o horário de verão teve início na década de 30,pelas mãos do então presidente Getúlio Vargas: sua versão de estréia durou quase meio ano,vigorando de 3 de outubro de 1931 até 31 de março de 1932.

Depois de 18 anos sem sua instituição,o horário de verão foi novamente adotado devido à queda do nível de água nos reservatórios das hidrelétricas,por volta de 1985/86. 
Após esse período,o horário de verão passou a ocorrer todos os anos.

(Postado por Alessandro Carvalho)
Fraternos Abraços

Nenhum comentário:

Postar um comentário