quarta-feira, 15 de abril de 2015

Domínio


Me domines por instantes apenas,
e serei escrava de teus desejos.
Deixe-me sob teus domínios de amor,
contanto que este recebame com beijos.
Segureme nas mãos,olhes-me nos olhos,
porque deste amor,quero a chama divina.
Permitame te amar sem reservas
e ser para ti,a mulher,a fêmea,a menina.
Beijeme por inteiro o ser
e me deixe saber-te o meu bem querer.
Percorra meus cantos e meus labirintos,
e me ouvirás em murmúrios de prazer.
Busque-me em todos os recônditos,
em todos os meus mais secretos universos.
Domine-me os medos,inseguranças e delírios
Sejas merecedor de todos os meus versos.
Tânea Fragoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário